24/01/10

Gran'Gula em Coruche



Chega à pacata vila de Coruche, ali no vale do Sorraia, e apetece-lhe uma refeição tranquila, diferenciada, onde exista bom gosto e sobriedade, que não é outra coisa senão o sintoma desse bom gosto. Onde poderá encontrar isso, se é que pode? Pode. Encontra-o no Gran'Gula (se seguir o link, terá acesso à ementa e a uma panorâmica geral do restaurante).

O ambiente e a decoração são sóbrios e elegantes, o atendimento é gentil e com sábio equilíbrio entre a atenção necessária e distância certa. A comida, segundo a experiência que lá fizemos, é óptima, um sempre difícil equilíbrio entre a tradição portuguesa e a cozinha de autor. Começou-se com pão com manteiga, uma manteiga de ovelha de Azeitão, um jogo entre o sabor da manteiga e a evocação do queijo. Entre as entradas disponíveis, escolheu-se a farinheira preta com abacaxi, ambos grelhados. O abacaxi equilibra muito bem a farinheira preta, corta-lhe ameaças de indigestão, e joga como se fosse uma espécie de metáfora, embora comece a ser relativamente corrente, aproximando dois campos gustativos muito distantes. Resulta bem.

Filetes de linguado marinados com açorda de tomate e limão (não consta da lista do blogue linkado mais acima). Dos filetes nada há dizer, a não ser que se apresentaram como se esperava, bem temperados, sem oleosidades, sápidos, e muito bem acompanhados por uma açorda de gosto delicado e suave. Uma belíssima combinação. No prato de carne, experimentámos o folhado de perdiz. Também ele excelente. O folhado vinha coberto por uma redução de vinho tinto e chalota que lhe dava um toque de distinção e acompanhado por um gratinado de brócolos e arroz selvagem. Como sobremesa, preferiu-se o crumble de maçã e pêra, que igualou a qualidade de toda a refeição. Tudo isto foi acompanhado, como sempre fazemos, por um tinto da zona, um Vale das Lebres (2006). Não conhecíamos e foi uma nova e belíssima surpresa da enologia ribatejana. Vale a pena ir a Coruche.

2 comentários:

Luisa disse...

Hummmm....mmmmmmmm!
Obrigado por me fazer recordar o sabor da manteiga de ovelha de Azeitão e a amizade da pessoa linda que ma oferecia.
E quanto ao vinho? fez o que lhe pedi? Com este Vale das Lebres, bebeu um golo á nossa?

Parece que só faço comentários nos "comes e bebes"...
Não! sigo tudo o mais com imensa atenção.
Abraço,
Luísa

JCM disse...

Obrigado, Luísa pela atenção. Por que não haveria de beber um golo à vossa? De resto, este blogue é muito liberal, mais do que o próprio blogger, e as pessoas comentam o que lhes apetecer e como lhes apetecer, se lhes apetecer. Não poderia ser de outra maneira, pois esta é a natureza dos própios blogues, mas eu gosto deles assim. Só censuro, e já censurei várias coisas, quando são ataques pessoais a terceiros.

Abraço,

jcm