28/06/07

Gianni Morandi - Non Son Degno Di Te (Legendado)


A promessa vai sendo cumprida. Parece que o tal Abimael é uma fonte inesgotável de tesouros. Há uma diferença entre o Kitsch e o Pimba. Não sei o que mais gosto neste vídeo. Será da fabulosa letra, que as raparigas do meu tempo sabiam de cor? Será do estilo assertivo do cantador? Enfim, o passado é um tempo de trevas. E é assim que um pobre blogger de cariz intelectual da cabo da sua já paupérrima reputação. "Ai daquele que não se ri de si mesmo..." Continuaremos.

2 comentários:

Benilde Fontinha disse...

Pois é! Eu sou uma rapariga desse tempo que chorava baba e ranho quando ouvia o Gianni Morandi cantar e claro vi os filmes dele.
Devia ter uns 15 anos, eram tempos de sonho. Mas cuidado, porque o meu intelecto em nada ficou afectado pelo facto de gostar de ouvi-lo cantar, assim como o Raphael de que se deve lembrar, já que diz ser desse tempo também.
Pena que não pude matar saudades pois o rapaz ficou mudo e cá em casa só tenho os discos de vinil.

JCM disse...

Tenho uma vaga ideia desse Raphael. Seria espanhol? Lembro-me melhor do Gianni Morandi,julgo que passava bastante na rádio (na Emissora Nacional e no Rádio Clube Português) e eu acabava por ouvir. Mas ainda era criançola, pré-adolescente, tempo de escola primária. Julgo que o tempo do Morandi foi nos anos sessenta. A canção deve ser de 65, mas não estou certo. Era um tempo mais ingénuo, pelo menos parecia.